DIGNIDADE E RESPEITO PARA COM A PESSOA IDOSA: JUNHO VIOLETA É CELEBRADO EM JANAÚBA COM AÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO SOCIAL || Prefeitura Municipal de Janaúba

Notícias

DIGNIDADE E RESPEITO PARA COM A PESSOA IDOSA: JUNHO VIOLETA É CELEBRADO EM JANAÚBA COM AÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO SOCIAL

Para celebrar o Junho Violeta, campanha dedicada ao combate à violência contra a pessoa idosa, a Secretaria Municipal de Promoção Social de Janaúba, por meio das equipes de Proteção Básica e Especial e diversos parceiros, realizou uma ação social na Praça da Matriz, na manhã de terça-feira, 18 de junho. Os servidores distribuíram para a população material informativo sobre os tipos de violência e formas de denúncia, e foram oferecidos serviços de aferição da pressão arterial e glicemia capilar; corte de cabelo, manicure e pedicure, cuidados com a pele, atividade física e dança; além de banco de informações sobre Cadastro Único, Previdência Social e Conselho do Idoso; e distribuição de cupons de desconto em consultas.

O Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa é em 15 de junho. A data foi estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU), e faz parte da campanha do Junho Violeta, mobilização que cresce a cada ano, uma vez que a população idosa tem crescido mundialmente e, no Brasil, o número de denúncias de violência também tem aumentado. Em comparação com 2017, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) detectou que, no ano passado, houve acréscimo de 13% no número de denúncias no Disque 100, linha criada para denúncias de abuso contra a população idosa. O estado de Minas Gerais lidera, junto com São Paulo e Rio de Janeiro, o ranking de denúncias.

A Secretária Municipal de Promoção Social de Janaúba, Rosana Barbosa da Rocha, explica que o objetivo da campanha é sensibilizar a sociedade para o respeito e o tratamento digno à pessoa idosa e disseminar as formas de denúncia dos casos de violação de direitos do idoso. “É importante entender que não existe somente a violência física. A negligência, abandono, violência sexual, psicológica, econômico-financeira e patrimonial e a autoinfligida e autonegligência também são formas de violência que acontecem frequentemente com este público”. Segundo Rosana, para a mudança desta realidade, é necessário que a população rompa o silêncio e denuncie toda e qualquer forma de violência contra a pessoa idosa.

Além do Disque 100 - Disque Direitos Humanos, existem outros canais de denúncia de casos de violência contra o idoso, são estes: Ministério Público, Defensoria Pública, Conselho Estadual do Idoso, Conselho Municipal do Idoso, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Coordenadoria Especial de Políticas para o Idoso, Secretaria de Estado de Saúde, Coordenadoria Estadual de Atenção ao Idoso, CRAS e CREAS.